Voltar ao site

RESUMÃO DA CPI: DESMASCARAMOS AS MENTIRAS DE PAZUELLO!

MENTIRA 1: Bolsonaro nunca impediu a compra na coronavac.

VERDADE: O presidente escreveu em suas redes que não compraria a "vacina chinesa do Doria". Ele inclusive desautorizou a negociação que estava sendo feita pelo Ministério da Saúde para adquirir 46 milhões de doses. Depois de ser humilhado em público, Pazuello gravou o famigerado vídeo dizendo que um manda e o outro obedece. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

MENTIRA 3: o aplicativo TrateCov, feito pelo Ministério da Saúde para estimular o uso de cloroquina no Amazonas, não chegou a ir ao ar. 

VERDADE: o aplicativo foi o ar e só foi derrubado depois da péssima repercussão. Freixo inclusive acionou o Ministério Público Federal para que Pazuello respondesse criminalmente. Além do app, o Ministério da Saúde criou uma equipe para percorrer postos de saúde de Manaus e constranger médicos a receitarem cloroquina. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

MENTIRA 5:  o Tribunal de Contas da União orientou o governo a não assinar o contrato para comprar doses de vacinas da Pfizer. 

VERDADE: o tribunal divulgou nota durante o depoimentos de Pazuello negando que tenha orientado o governo a não adquirir as doses. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

MENTIRA 7:  Bolsonaro nunca pressionou pelo usa da cloroquina. 

VERDADE: essa é uma mentira patética. Bolsonaro sempre defendeu publicamente o uso da cloroquina e os ministros anteriores a Pazuello foram demitidos por se negarem a estimularem que médicos receitassem o medicamento. A Presidência da República chegou a preparar um decreto para modificar a bula do remédio e incluir o tratamento à Covid-19.

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

MENTIRA 9: o Brasil é um dos países que mais vacina no mundo, ficando atrás apenas de EUA, China e Índia. 

VERDADE: no dia 18 de maio o Brasil estava em 81º lugar no ranking mundial de vacinação. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK