Return to site

Artes e Espanhol pedem socorro na educação do Rio de Janeiro!

Nas duas últimas quartas-feiras, nossa equipe acompanhou as audiências públicas da Comissão de Educação sobre a situação dos professores de Artes e Espanhol na rede estadual. Nos últimos anos os profissionais de ambas as disciplinas sofreram com a redução de tempos na matriz curricular. Atualmente, no Ensino Médio, a matéria de Artes está restrita ao 2º ano e a disciplina de Espanhol é facultativa e oferecida com apenas um tempo de aula em cada série.

Diante disso e, especialmente, após o início da reestruturação da rede estadual imposta pela Secretaria de Estado de Educação, muitos professores perderam turmas e estão sendo alocados em mais de uma escola, outros municípios e até outras disciplinas. Os profissionais de educação reivindicam que Artes e Espanhol sejam oferecidas obrigatoriamente em todas as séries com o mínimo de 2 tempos por turma. No caso da língua espanhola, a Comissão de Educação pediu esclarecimentos sobre o descumprimento da Constituição Estadual e da Lei 2447/95, que determinam a obrigatoriedade da matéria na rede pública.
A partir das audiências, a Seeduc se comprometeu a prestar os esclarecimentos e corrigir os possíveis equívocos. Além disso, afirmou que retomará os Grupos de Trabalho com os professores para ouvir as propostas de matriz curricular que incluam o ensino de Artes e de Espanhol elaboradas pelos profissionais de educação.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly